terça-feira, 23 de março de 2010

Linha de crédito verde.

Agência FAPESP – Uma linha de crédito especial vai financiar pequenas e médias empresas paulistas que tenham projetos para reduzir a emissão de gases de efeito estufa.
O anúncio foi feito pelo governador José Serra no dia 15 de março, durante o 1º Seminário Economia Verde, ocorrido no Parque do Ibirapuera, na capital paulista.
A nova linha, chamada Economia Verde, é coordenada pela Agência de Fomento Paulista, ligada à Secretaria de Desenvolvimento, e foi criada com base na Política Estadual de Mudanças Climáticas (PEMC - Lei 13.798), que define uma meta de redução de 20% das emissões de gases de efeito estufa até 2020 para o Estado de São Paulo.
Com taxa de juros de 6% ao ano, a Linha Economia Verde será destinada a projetos de empresas na área de agroindústria, mudança de combustíveis, saneamento, tratamento e aproveitamento de resíduos, energias renováveis, eficiência energética, transporte, processos industriais, recuperação florestal em áreas urbanas e rurais e manejo de resíduos.
O financiamento do projeto é de 100%, e o prazo é de cinco anos para o pagamento, com até um ano de carência. Para ter acesso à Linha Economia Verde, os interessados podem acessar o site da Nossa Caixa Desenvolvimento www.nossacaixadesenvolvimento.com.br ou entrar em contato com uma das entidades parceiras da Agência de Fomento Paulista.
Uma das vantagens para o empresário é que não há exigências de abertura de conta, nem há obrigatoriedade de contrapartidas. O empresário poderá encaminhar a documentação necessária por meio de entidade de classe.
Mais informações: www.desenvolvimento.sp.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário